Páginas

24 dezembro 2009

Coroico e Villa Bella

Depois de descançar em La Paz, pegamos as bicicletas e fomos para Coroico pela estrada classificada como a mais perigosa do mundo. Hoje, aberta apenas para veículos pequenos, mas mesmo assim deve continuar sendo uma das estradas mais perigosas do mundo em funcionamento.

Nao sei explicar muito bem que propagando conseguiu me convencer a descer aquilo... Só sei que no caminho o mantra era "Já estou velha pra essas coisas". Tipo... o negócio é realmente muito perigoso. Uma pedrinha e plum... desfiladeiro e vida por montanha abaixo!!! Mas tudo bem... sobrevivemos!!!!!

Chegando em Coroico, tivemos a sorte de encontrar um lugar muito especial para ficar. Villa Bella, um restaurante vegetariano, com um chalé no fundo, muito lindo, onde pudemos nos sentir um pouco mais em casa, ou um pouco mais no Vale do Capao!

Passamos cinco noites por lá, preparando o espírito para o retorno ao Brasil. Caminhadas, cachoeiras, um pouco de meditaçao, comidinhas naturais, sorvetes artesanais... essas coisas que sao de de férias mesmo!

Essas três semanas na Bolívia foram incrivelmente densas e fantásticas. Sair do Brasil e conhecer a realidade de nossos hermanos é entender melhor a nossa própria realidade histórica. As relaçoes de exploraçao, expropriaçao, guerras, cobiça e as relaçoes de camaradagem, irmandade e respeito também.

A altitude e a grandiosidade das paisagens e da história da bolivia me abriram a mente para muitas coisas. Tudo, tudo foi inesperado, fantástico e feliz!

"Gracias a la Vida, que me ha dado tanto", pude conhecer esta realidade, e recomendo a todos!

Hasta Luego! video

Nenhum comentário:

Postar um comentário